domingo, 1 de julho de 2007

Fenda da Calcedonia

No dia 1 de Julho de 2007 foi efectuada mais uma caminhada organizada pelo grupo Calcantes. Com saída de gavião pelas 9:30h, passamos pelo S. Bento da Porta Aberta para apanhar dois casais da Maia, para se juntar ao nosso grupo e seguimos para Covide, onde iniciamos a caminhada pelas 10:45h, tendo como objectivo a fenda da Calcedónia. Inicialmente andamos um pouco perdidos, mas encontrado o trilho, lá seguimos acompanhados da chuva que embora miudinha teimou em fazer-nos companhia. Subíamos e descíamos o monte, apreciando as lindas paisagens do Gerês, com vista para o S. Bento. Cerca das 12 horas encontramos um local espectacular, uma autêntica caverna formada por penedos a volta e um servindo de tampa. Dado que continuava a chover, aproveitamos para comer alguma coisa, onde não faltou o café e o licor do Zé que fez questão de servir. Pelas 13:00 horas, com as mochilas um pouco mais leves, lá seguimos em busca do local que nos propusemos atingir. Depois de mais alguns quilómetros, lá encontramos o referido penedo com uma fenda de menos de 1 metro de largura e + - 50 de altura, dos presentes apenas o Daniel conhecia o percurso, os restantes estavam um pouco assustados com o que viam, dado que entre eles existiam casais que já tinham feito quarenta anos a muito tempo. O Zé tomou a iniciativa e lá subiu ao primeiro patamar, dizendo a parte mais fácil já está o que nos deixou um pouco apreensivos, mas logo tomamos o exemplo do Zé e iniciamos a subida, que só foi possível, dada a união de grupo e ajuda de todos, com destaque para o Paulo e o Pedro, que dando a mão para puxar ou a perna para servir de degrau, lá fomos entre risos e medos subindo de patamar em patamar, até alcançar o cimo onde respiramos de alivio. Tirada a foto de grupo no cimo do penedo, o Daniel procurou o trilho de regresso, saltando de penedo em penedo, mas dada a inclinação e a humidade, deslizou penedo abaixo, mas felizmente sem consequências. No regresso encontramos um local aprazível para convívios, onde para além do relvado e das arvores, também passa um pequeno regato onde o Paulo pescou uma rã “Fotogénica” dada a quantidade de fotos tiradas, e assim chegamos junto das viaturas, onde foram feitas as despedidas e promessa de novas caminhadas. Fizeram parte do grupo, os habituais Calcantes, tendo como companhia dois novos casais da Maia (Sofia, Sérgio, Laura e Augusto).
José Oliveira
Calcedonia

5 comentários:

Augusto Dias disse...

Olá Calcantes;
Desculpem só agora darmos notícias, mas esta semana foi um bocado complicada.

Todos adorámos a caminhada do domingo passado na zona da Calcedónia. Nem a chuva conseguiu estragar o dia. Ninguém se constipou e recuperamos rápido.
O Vosso grupo é muito simpático e divertido. Praticamente não conhecíamos ninguém, mas depressa conseguiram que nos sentíssemos integrados.
O percurso foi muito variado e cheio de motivos de interesse. Claro que o ponto mais emocionante foi a travessia da falha entre aqueles rochedos. Pensei muitas vezes que não íamos conseguir. Foi inesquecível!
Não nos podemos esquecer também do requinte do café quente, feito na hora e tomado num abrigo por baixo dos penedos. Todos molhados e com a chuva a continuar a cair fora do abrigo, soube pela vida!

De todos nós um grande abraço e um muito obrigado pela experiência.

Abraços
Augusto Dias

Salvador disse...

Muito interessantes... As fotos, as actividades, o blog em si
Parabens e boas caminhadas

Alexandre Nuno disse...

INVEJA...Abraços a todos e até breve."Grande Chefe Sem Cabelo na Cabeça"

Anónimo disse...

quem me dera... que raiva...quando tiver oportunidade também queria ir convosco. A Laura disse maravilhas da caminhada e especialmente de vocês.
Uma anónima
GRR

lobo disse...

UM ABRAÇO PARA TODOS CALCANTES DO ( PEGADA E BOTA )