quinta-feira, 5 de março de 2009

Trilho do Castelo

Uma aventura em terras de Bouro
Tudo começou bem cedo, isto porque fico sempre muito ansiosa e durmo com um olho aberto e outro fechado como diz a minha mãe, preparei me rápido e fui para a porta de casa esperar pelo super, hiper, mega padrinho, (tenho de escovar estamos a chegar a Pascoa) entretanto ele chegou na companhia da tia Lurdes e lá fomos até ao ponto de encontro na casa do chefe Pedro. Chegados lá ficamos a saber que o chefe não ia por motivos pessoais (Ana Pedro), acho justo os homens tem de ajudar as mulheres!
E lá fomos nós rumo a terras de Bouro explorar o trilho do castelo… chegados lá já estávamos com fome e a tia Lurdes deu nos um croissants a cada um éramos 7 ela tinha 6 mas o Zé Rui deu o dele disse que não se importava de não comer…e lá começamos nos a caminhar ora subíamos ora descíamos, as paisagens eram lindas muita pedra, casas antigas galinhas a passear, cabras, cavalos etc. O Zé, Joel, Pimenta, padrinho, tia Lurdes, Patrícia e eu a lá íamos caminhando… Até que encontramos um cavalo pequeno quase todo comido deve ter tido sido um lobo. Mais adiante perdi uma bota e torci um pé mas o bastão do Zé ajudou me. O padrinho continuou blá blá o croissants todo o caminho. Acabado o trilho fomos lanchar a um café e fomos directos para a casa do chefe Pedro aonde fomos muito bem recebidos e muito bem alimentados…Não era a nossa intenção, mas soube nos bem…
E assim foi mais uma grande aventura dos Calcantes.
Inês 11 anos
Trilho do Castelo

1 comentário:

Anónimo disse...

Ó respício!
tú vais ver o blá,blá blá, quando chegar a páscoa levas com um saco de amêndoas duras e quanto aos croissants na próxima levo uma broa recessa de Avintes para verem se gostam, seu lambões de 1º grau.
o Moina e o Pepe rubaram-me os meus torrões de amendoins esperem pela volta.

Zé Ruy