terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Vila Meã - Minas das Sombras


Dia 14 de Fevereiro dia de S. Valentim mais conhecido por dia dos namorados foi o dia escolhido para a caminhada à mina das sombras pelo grupo dos calcantes. Sendo a nossa primeira vez junto do grupo para mim e para a minha esposa Raquel não nos quisemos atrasar muito mas como ainda tivemos de ir buscar o Francisco Nuno o atraso foi inevitável, mas não foi muito, ele até mereceu porque o convite para nos juntarmos ao grupo foi deles sem esquecer a Clarinha e claro. Chegados ao ponto de encontro ainda faltava gente. Mas espera não foi em vão deu para conhecer quem já lá estava presente, o Pedro o Sr. José que não gosta nada que o tratem por senhor, por isso o Zé, nós o F. Nuno entretanto chegou a Patrícia e outro principiante como nós que era o Rui e a Clarinha que pensou em não aparecer porque a noite parece ter sido longa (segundo ela esteve a trabalhar no fato de Carnaval ) quando já ninguém esperava, ela lá apare
céu, dizendo que sentia a consciência pesada por não nos acompanhar em mais esta aventura, depois de toda gente reunida agrupamo-nos em duas viaturas para nos fazer-mos há estrada mas antes disso ainda tivemos de passar em casa do Joel para o ir buscar para poder-mos dar inicio a mais esta caminhada.
Depois de uns bons km feitos de automóvel e já em terras de Espanha chegamos ao local onde íamos dar inicio a nossa verdadeira caminhada, começamos por nos equipar e comer alguma coisa antes de calcar terreno, o dia estava muito bom para o efeito, mas deve ter estado alguém antes de nós no cimo da serra e deixou a porta aberta pois o vento vinha por todo lado, tínhamos uma bonita paisagem nos seus vários tons de verde, embora estando frio a neve não existia mas o gelo estava bem presente por todo lado que até tornava o piso muito “crocante e estaladiço”e para alem das nossas conversas a única coisa que quebrava todo aquele silencio eram as muitas quedas de água existentes que iam todas dar ao rio formando varias lagoas de agua limpa e cristalina.
Mas o gelo também fez das suas conseguindo-se meter debaixo dos pés do F. Nuno e como e claro foi malho pela certa, como era o ultimo ninguém deu conta a não ser eu que estava á frente dele e ouvi um barulho com cheiro a queda, mas a caminhada não parou, e por volta das 11h depois de muitas fotografias tiradas fizemos uma pequena pausa para enganar o estômago, após isso continuamos apreciando a paisagem até chegarmos às minas e as suas ruínas, tentamos ver mais de perto toda a área envolvente mas não conseguimos lá chegar, o gelo fez das suas novamente criando enormes estalactites impedindo-nos de as ver por dentro, mas não deixando de ser uma das muitas belezas naturais que por lá se encontravam, e uma vez chegados ao destino pretendido e com o já eram 14h aproveitamos uma antiga cabine de alta tensão como refugio do vento para dar inicio ao nosso banquete de sandes e após este merecido repasto uma novidade para os principiantes mas já bem conhecido de todos os outros o bem dito cafezinho do Zé e o seu famoso licor que pôs outra vez a moral em alta para darmos inicio a descida, uma descida mais descontraída mas não menos divertida uma vez que toda a gente estava animada e bem disposta, chegados ao final que foi o nosso ponto de partida por volta das 17.30h, depois de alguma descontracção e muitas fotografias fizemo-nos a estrada de volta a casa.
Litos e Raquel

PS: Gostamos como fomos recebidos no grupo e esperamos estar presentes nos próximos eventos.

Vila Meã - Minas das Sombras

Sem comentários: