domingo, 6 de junho de 2010

Mixões da Serra




Caminhada a Mixões da Serra, 06 de Junho de 2010

Este é o testemunho de um dia bem passado em Mixões da Serra – Vila Verde. Pelas 09h30m encontramo-nos junto à placa “ Bem Vindo a Valdreu” onde após uma breve apresentação e pequena espera por algum atrasado, lá partimos seguindo as instruções do Pedro, um dos lideres do grupo. A paisagem típica do Minho, de um verde luxurioso ia sendo intercalada com o barulho dos cascos dos cavalos (às dezenas, por sinal!) que se dirigiam à igreja de Mixões, para receberem bênção. Afinal, este era também o nosso objectivo. Chegados lá por volta do meio-dia, a fome já começava a apertar, sobretudo a do nosso filhote, que está numa idade em que todos os momentos são bons para comer qualquer coisita (12 anos). Na parte mais alta, junto ao Stº António, que aliás dá o nome à romaria, fizemos a tradicional foto de grupo. Entretanto iniciava-se a missa, culminando com a bênção aos animais, muitos cavalos e algumas vacas, vestidas a preceito, que alinhados no largo, ouviam atentamente (mais que alguns dos donos) as palavras do Sr. Padre. Em boa verdade, também no grupo havia um curioso réptil, de seu nome “RED”, e que foi também abençoado. O seu dono – Carlos – aficionado pela espécie ia dando ao longo do percurso entusiasmadas explicações ao grupo, que estava fascinado pelos hábitos e características do invulgar animal “domesticado”.
Após o repasto e já mais recompostos iniciamos a 2ª fase do percurso que nos faria chegar por volta das 16 h, ao local onde havíamos partido.
A mascote do grupo, uma linda bebé, com apenas 16 meses, filhota do Pedro e da Raquel, acabou por sucumbir a tantas horas de ar puro e tirou uma soneca bem merecida no colinho da mãe.
No final, ainda tivemos tempo, em boa hora o fizemos, para visitar a Quinta do Esquilo em Rendufe – Amares, onde se socializou, juntamente com alguns BTTistas em torno de uns salgadinhos, regados por um belo verde, bem fresquinho.
Agradecemos ao grupo “Os Calcantes”, pela forma simpática como nos souberam acolher, com uma referência especial ao Pedro, sempre atento e cordial. Haverão seguramente mais oportunidades para nos encontrarmos. Até lá, boas caminhadas.

Carlos Elísio,
Anabela,
Miguel e
Margarida

Sem comentários: